terça-feira, julho 24, 2007


Quinta do Vallado Reserva (T) 2004

Lembramo-nos com muito prazer dos primeiros Vallados Reserva que bebemos. Lembramo-nos até com exactidão onde tal sucedeu, qual o "local do crime". Na altura, bebeu-se o belíssimo ‘1999 – que surpresa naqueles tempos... -; um ano depois foi a vez de provar o igualmente fantástico ‘2000. No copo de prova, desta feita e vários anos volvidos, temos a colheita de 2004, também ela merecedora de prémios e elogios internacionais.

Pois bem, a cor é cereja escura, longe de se mostrar opaca. A maior qualidade deste tinto (nesta fase) revela ser o seu nariz: marcado por aromas a verniz e acetona, está muito fresco, abundantemente balsâmico e com um feliz mix composto pela madeira predominante e pela fruta vermelha à procura de mais espaço.

Na boca, está igualmente jovem mas já polido: muita intensidade, largo e cheio, todo do tipo sedutor todavia com pequenas nuances terrosas. Final amargo (café, chocolate preto) de bom porte. É a madeira que novamente mais se sente.
*

Está um belo Douro, sem dúvida. Para já, talvez o melhor seja deixar repousar na garrafeira cerca de dois anos com esperança de mais complexidade. Mas é inevitável sentirmos nostalgia da prova das primeiras colheitas.

17

Próximos textos: Redoma (T) 2003, Quinta do Vale Meão (T) 2002, Projectos Niepoort, visita à Quinta da Gricha (Churchill’s) e muito mais…

5 comentários:

HS disse...

Gosto de passar por aqui mas é com pena que só vejo, na maioria dos casos, referências a vinhos dificeis de encontrar ou de preços proibitivos para um apreciador do dia a dia.

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Caro HS,

Fico contente que goste de passar por cá (aproveite e passeie um pouco... vai ver que encontra vinhos acessíveis).

Mas não pense que discordo de si. Na verdade, este blog tem muito de pessoal e sucede que aprecio muito colocar novidades e/ou vinhos que não se encontram em grandes superfícies (para estes as revistas da especialidade ajudam muito). Em todo o caso, terá que admitir que é raro o vinho citado que não se encontre numa boa garrafeira.

Um abraço,

Nuno

HS disse...

Obrigado por ter respondido

João Barbosa disse...

belo!

Anónimo disse...

Provei o Quinta do Vallado R 2004 e concordo completamente consigo. Muito bom, mas talvez se tivesse esperqado mais 1 ou 2 anos....