domingo, abril 13, 2008


Um grande branco

Temos para nós, que um grande branco só o é verdadeiramente, se sobreviver ao teste da passagem dos anos.
*
Este é de 2003 e tem vindo a evoluir com a graça de Deus. A continuar assim (e já o tínhamos provado faz tempo, aqui), será um grande, mas mesmo grande, branco. Em breve!
*
Para aqueles que já não têm umas garrafinhas, ou para aqueles que nunca as tiveram, podem prová-lo no simpático restaurante da praia da Adraga, por menos de € 25.
*
Uma delícia!
*

8 comentários:

Kijar disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Chapim disse...

Caro Nuno decantaste o vinho?

Boas provas!

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Meu caro Chapim,

Sim, sim! Estava um pouco "preso" e como não é delicado, antes pelo contrário, achei melhor. É um grande branco. Penso que duarante mais um ou dois anos estará óptimo e pode-se decantar.

Ab.

Nuno

PS: Faz muito que não deixavas um comentário... Fico muito contente que tenhas "regressado".

Winebarnazare disse...

Meu caro Nuno,aproveito este local de comentários,para lhe solicitar que me permita colocar o endereço deste blog nos links do meu blog(www.winebarnazare.blogspot.com),da mesma maneira pedia-lhe se possivel fazer o mesmo em relação ao meu endereço,num link do seu blog.desta maneira espero a divulgação dos nossos blogs com o intuito principal de "chegarmos" a mais amantes da causa Enófila.
Cumprimentos,aguardo resposta..nuno estrelinha@gmail.com,nazaré

Chapim disse...

De facto não tenho comentado mas vou sempre passando por aqui.

Boas provas!

Guhn disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Pumadas disse...

Viva,

A ultima vez que o provei dei conte de uma oxidação precoce e sinais obvios de cansaço. Era muito porreiro que fosse da garrafa, uma vez que ainda tenho mais garrafas.


Cumps,

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Meu caro,

Cansaço, algum, mas que nada me incomoda, diria que está calmo (por oposto a nervoso).

Oxidado, nem por sombras. Pelo menos na garrafa que eu bebi. Isto de brancos com 5 anos às ´vezes é preciso alguma dose de sorte.


Nuno