terça-feira, abril 22, 2008


Porta Velha (T) 2005

Começa a ser difícil não reparar que este produtor de Trás-os-Montes produz óptimos vinhos. Além dos vinhos que levam o nome da casa - Valle Pradinhos -, e de um recente topo de gama (ver aqui), temos na gama mais baixa um óptimo produto pronto a agradar.

Diferentemente dos antigos vinhos da região que, em anos chuvosos, originavam tintos demasiado ácidos e, em anos muito quentes, originavam tintos brutos e excessivamente madurões, já este Porta Velha está muito equilibrado e, porque não dizê-lo moderno.

Fruta no ponto, mais vermelha que preta, ligeiro toque floral no nariz. Boca ampla, macia, mas com taninos que permitem esperar por ele um par de anos e uma frescura que há muito não provávamos nesta gama de preço. No final de boca, saboroso mas muito fininho, é que peca um pouco. Mas não se pode pedir tudo a € 5. Pois não?

15


Próximos vinhos: Quinta da Atela (T) 2004; Quinta da Sequeira (R) 2006; Burmester Reserva (T) 2004; Ferreirinha Colheita (T) 1998

4 comentários:

Zololkis disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pedro Sousa P.T. disse...

Realmente tenho passado por ele no El C. Inglez, Beloura, e nunca lhe dei a devida atenção, ficando-me pelo Valle Pradinhos. Depois desta nota, e quando passar por lá, com certeza que trarei uma "botelha".
Abraço.

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Meu caro Pedro,

Tendo em conta o preço, e com um prato que alinhe bem com um tinto macio e não demasiado complexo, este até poderá ser melhor escolha que o Valle Pradinhos (tendo em conta o preço, claro).

1 ab.

Nuno

PS: Depois de o provares diz o feedback.

Copo de 3 disse...

E que tal um bacalhau com broa e presunto ?