terça-feira, outubro 17, 2006

Dica do mês:


  • Quinta do Crasto LBV (P) 1998: A cor mostra já alguma evolução (a brincar... já lá vai quase uma década desde a colheita) com matizes suaves castanhas, mas o nariz está muito bom - no ponto! É um LBV ao qual falta uma certa garra, não sendo particularmente pujante nem encorpado. Revela, todavia, uma delicada elegância onde predomina a fruta vermelha viva sem ser excessivamente adocicado. Um final médio/longo e a certeza de um LBV harmonioso, onde o álcool e o açúcar estão muito bem equilibrados. Algo que, nestes tempos de glorificação dos vinhos concentrados, não é fácil de encontrar num Porto. Ideal, portanto, para acompanhar sobremesas. Como um leite creme com geleia de fruta. A menos de € 20.

2 comentários:

Copo de 3 disse...

Sempre os achei caros... pelo mesmo preço ou por um pouco menos os NOVAL UNFILTRED e NIEPOORT não são melhores escolhas ?

Nuno de Oliveira Garcia disse...

São um pouco caros, sem dúvida. Os "Noval Unfiltered" são mais pujantes, ideais para quando aptece um Porto sem acompanhar sobremesa.

Agora os LBVs da Niepoort parece-me, de facto, melhor escolha. Mas este da Quinta do Crasto é bem simpático, só talvez o preço como dizes... mas isso acontece em toda a gama da marca Quinta do Crasto, não?

N.