domingo, julho 20, 2008


Quinta do Ameal Loureiro (B) 2006

Quase transparente quando colocado no copo (comecei por escrever "branco", mas claro que branco só o leite). A casta, normalmente muito exuberante, apenas se revela aguerrida no nariz. Na boca, está médio-cheio, quase crocante até, e há muito mais mineral do que fruta. É, enfim, um bom loureiro no sentido gastronómico! Mesmo num ano difícil para os vinhos verdes, este Ameal está leve, fresco, e mostra pouco açucar. A nosso ver, ficará muito bem a acompanhar saladas, embora muitos prefiram um vinho mais doce com esse tipo de prato.
*
O preço, por volta dos €5 em várias grandes superfícies, também ajuda ao sucesso. Ideal no Verão.

15,5
*
Próximos vinhos: Stanley Chardonnay (B) 2006; Brites Aguiar (T) 2006; Quinta do Soque (R) 2006; Quinta do Soque Reserva (T) 2005; Valle Pradinhos (R) 2007

3 comentários:

Copo de 3 disse...

Amigo Nuno, apesar de entender o que queres dizer em relação à tonalidade, penso que dizer branco na cor não será o mais correcto.

Será mais apropriado chamar talvez de amarelo muito pálido...

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Pois é... branco é o leite.

Pingus Vinicus disse...

De facto, tenho andado a olhar com mais atenção para este produtor. O 2001 que foi provado no Ritz estava bastante interessante.