domingo, dezembro 10, 2006

K(olheita) (T) 2002


Fim-de-semana grande no Algarve: não o Algarve da praia, do calor e das filas no Verão, mas da calma fortificante e das águas santas das Caldas de Monchique. Após banhos retemperantes, foi tempo de revisitar o "Veneza", restaurante/garrafeira perto de Paderne em Ferreiras (para a primeira visita ver aqui). As comidas – próprias do Inverno – estiveram óptimas com destaque para o ensopado de javali (com um toque de alecrim). Nos vinhos a escolha é obra demorada, pois a variedade é próxima do infinito. Escolhemos um "K 2002" do projecto "Kolheita de Ideias" (que belo nome!) dos três amigos Rui Moreira, Luís Soares Duarte (eg., "Gouvyas", "Infantado"), Francisco Ferreira ("Vallado"). No copo mostrou-se bonito, cor acertada entre o cereja escuro e o vermelho purpurino. Corpo cheio, muito elegante no nariz, bom balanço entre o álcool e a fruta. A madeira está totalmente integrada, tudo em harmonia. Guloso q.b., com frescura vibrante (típica do ano), tem fruta com realce para a bergamota, também evidente no final médio/longo. Belo tinto do Douro a provar que a colheita de 2002 (ou, pelo menos, este Kolheita) esteve e está a um bom nível.
Bom + (17). A menos de € 20.

4 comentários:

Pingus Vinicus disse...

Amigo Nuno, conheço muito bem Monchique. Leccionei na EB 23 de Monchique. Um ano muito bom.

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Rui,

Imagino que deve ter sido um ano calmo, com a serenidade que tanta falta faz às grandes cidades.

Abraços,

N.

Leonardo De Araujo disse...

Enoamigo,
Tem tomado umas coisas boas, hein?

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Estimado Leonardo, muita coisa boa, outra nem tanto assim. Abraços fortes,

N.