quinta-feira, março 17, 2011

Do antigamente

Coop. Cantanhede Garrafeira (T) 1990
1.º prémio adegas coop.

Mais um Bairrada. Mais uma colheita de 1990. Mais um óptimo vinho. Muito frutado, e até ligeiramente mais doce que os seus comparsas da região, está, em qualquer caso, um "senhor vinho". Muito aprumado, desenhado pela enologia a regra e esquadro, melhorado pelo estágio em garrafa, está redondo e macio. Por outras palavras, está sem arestas, como vulgarmente também se diz.

O carácter dos tintos da Bairrada sente-se, mas não se impõe - uns dirão que lhe falta alguma autenticidade, a nós parece-nos bastante bem. Até pelo preço pois, se o encontrarem, é provável que o vendedor não tenha "lata" para pedir mais do que 10 € ou 15 € por uma garrafa, e vale bem esse dinheiro. Mais uma demonstração que os Bairradas quando bem feitos e assentes em Baga duram, com saúde, pelo menos 20 anos.

Neste caso - e provámos duas garrafas -, a framboesa doce que apresenta no nariz (mais doce do que é habitual para a região, como já referimos) poderá confundir o provador menos atento; faça, por isso, uma brincadeira, e comece por insinuar aos seus convidados que é um Bordéus da margem direita num ano quente...

3 comentários:

Pedro Sousa P.T. disse...

Caro amigo por acaso nestes últimos dias veio cá parar a casa através de um amigo, que me ofereceu, por piada, uma garrafa de tinto da Adega Coop. Cantanhede de 1981, em que no seu rótulo diz: "Confraria dos Enófilos da Bairrada, II Concurso, Os Melhores Vinhos da Bairrada, Colheita de 1981, 1º prémio, Adega Coop. Cantanhede".
A garrafa está em bom estado, e a cor do vinho é bem escura.
Será alguma coisa de jeito? Depois de no seu post dizer, "Mais uma demonstração que os Bairradas quando bem feitos e assentes em Baga duram, com saúde, pelo menos 20 anos", fiquei curioso, apesar de nesta garrafa não fazer qualquer referência à Baga. Mas nos anos 80 um Bairrada sem Baga era impensável, "penso eu de que..."

Abraço

ps: Não é o meu amigo que aparece numa foto do último nº da RV a analisar uma garrafinha de Petrus, com uma grande atenção?

NUNO OLIVEIRA GARCIA disse...

Meu caro Pedro,

Não podendo, naturalmente, garantir, admito todavia que o vinho esteja bom. Se estiver em condições até poderá estar muito bom. O lote tem Baga certamente, mas poderá ter mais uma ou outra casta da região (eg., mourisco era muito utilizado na área de Cantanhede).

Prove-a e depois diga como correu.

Abs.

Nuno

PS: sim, sou eu... mas aquela Petrus não me convenceu e saiu do leilão muito cara.

Pedro Sousa P.T. disse...

Darei notícias.

Abraço