sexta-feira, março 11, 2011

de França

Château Gazin (T) 1985

Fala-se, por vezes tão teimosamente, dos muitos atributos e outros tantos defeitos da casta Merlot. Mais do que a sua resenha, aqui deixamos a nossa franca opinião: já encontrámos de tudo, a saber: (i) Merlot fora de França com qualidade (raro...); (ii) Merlot fraquíssimo de França (acontece, mas não é frequente nos valores seguros); e, claro, (iii) grandes Merlot franceses - carnais, sensuais, mastigáveis e sedosos -, quase sempre de Pomerol.

Este tinto, da colheita de 1985, calhou ser dos últimos casos acima referidos. Não sendo de "primeira linha", é um produtor bordalês fiável e os seus tintos não costumam atingir valores proibitivos; nem sempre os Gazin são/estão tãos bons quanto este provado, nem sempre os Gazin têm tanta profundidade e elegância, mas tivémos sorte! Em todos os casos (todos os que provámos, pelo menos) melhoram muito com decantação.

Começou fechado, com uma prova de nariz a fruta "licorada", algo bruta, um pouco de "animal", mas também por lá andava óptima matéria trufada. Na boca, revelava já taninos macios deliciosos. Esperou uma hora no decante, transformou-se, e ficou como acima citámos a propósito dos melhores Merlot, e não encontramos maneira de o dizer de forma diferente - esteve carnal, sensual, mastigável e sedoso.

Um dos melhores Merlot (mais de 90% do lote) que provámos nos últimos tempos. Muito bom, claro está!

17,5-18

2 comentários:

João de Carvalho disse...

Devias ter dito que tinhas esse e tiravas as teimas com um Má Partilha 1986 :) Talvez o melhor exemplar de Merlot a ser feito em Portugal, ou que fosse feito, não tenho acompanhado os últimos lançamentos.

Abraço

vinho um ritmo de vida disse...

O Merlot de 2008 Má partilha, provado na quinta da bacalhôa surpreendeu muito, mostrando mesmo mais qualidade que gamas ditas superiores a ele...

Prova João, muito boa colheita de 2008 para este Merlot...

rc