sábado, setembro 15, 2007


Duas Quinta Celebração (T) s/data

É caso para celebração, pois se não fossem as gravuras rupestres a Quinta da Ervamoira estaria submersa, pelo menos parcialmente. Por isso foi feito um lote de diferentes anos da Quinta da Ervamoira, elaborado propositadamente para a celebração dos 10 anos da decisão da "Não construção da barragem de Foz Côa". Ora, para mim, aquela é a quinta com o cenário mais majestoso em todo o Douro e Trás-os-Montes!

Quanto ao vinho: cor vermelha forte, depois… muita fruta madura. Nariz irrequieto, com especiaria e domínio para a vertente fruta mas sem a complexidade (por nós) desejada (apesar de um travo balsâmico percorrer o copo arejado). Quente na entrada de boca, fruta preta e algum álcool. Boca macia, aveludada até.

Um bom tinto, descomprometido e moderno. Acompanhará bem carnes. Hum… porque não uns panadinhos de porco preto com arroz-feijão. A menos de € 12.

16

*

Próximos textos: Vila Santa (T) 2004; Sierra Cantabria Gran Reserva (T) 1996; Mirto (T) 2002; Geol (T) 2003; Churchill LBV (P) 2000; Franciso Nunes Garcia Reserva (T) 2001

5 comentários:

Kroniketas disse...

Também cá temos umas garrafitas para provar. E já estivemos na Quinta, com direito a dois posts e tudo.

Pedro Sousa P.T. disse...

Esses panadinhos com um arrozinho de feijão, já iam para o almoçinho. Uma verdadeira homenagem à gastronomia Portuguesa. Quanto ao Vinho, ainda não provei, mas gostei muito do reserva 2001. Achei o preço um tanto ao quanto exagerado...

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Caros Kroniketas, bem sei (vi a v. reportagem). O cenário da ervamoira é lindo!

Em breve também colocarei um texto sobre uma visita à Quinta da Ervamoira com a presença do próprio Eng. J. Nicolau de Almeida, seu filho, e o Jorge Rosas (Touriga-Chã)...

Abraços,

Nuno

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Caro Paulo Sousa,

Os panados de pouco preto são mesmo uma delícia. E este "2 Quintas" é bem interessante - o facto de ser uma combinação de lotes de vários anos é um "must" do tipo Vega Sicília.

Um forte abraço,

Nuno

Copo de 3 disse...

Convem dizer que a comparação foi feita não com o dito Vega Sicilia «Unico» que é um vinho resultante de uma colheita de determinado ano, mas sim com o Vega Sicilia «Unico» Reserva Especial que resulta de um blend dos melhores anos.

Mas fico contente em ver que o Vila Santa fica mais bem visto, e mais barato.