segunda-feira, fevereiro 04, 2008

Recomenda-se

É preciso ir até Mem Martins bem perto dos bombeiros, mais precisamente à Urbanização Jardins Poente, para visitar este Fizz Caffé, embora Nuno Santos gostasse que este fosse apenas a primeira de outras casas com a mesma filosofia. Diz-nos o próprio Nuno Santos, a principal face deste projecto, que se trata de um café, bar e restaurante e, efectivamente, quem entra no amplo espaço do Fizz Caffé logo se apercebe disso. O primeiro andar, de decoração moderna e cores vivas, é dedicado ao café e bar. O segundo andar, mais reservado mas de decoração igualmente moderna e em tons de vermelho, é o lugar da comida. No meio da sala, uma garrafeira climatizada merece destaque e ficamos avisados que o vinho é bem tratado por estas bandas. Quanto à comida é simples: tudo o que provámos estava óptimo e chegámos a dar vivas ao chefe o qual, diga-se, já trabalhou para a Bica do Sapato. Mas é sobretudo pelo vinho que falamos deste restaurante. A lista é primorosa, extensa, e os preços não são muito elevados. Entre várias colheitas de Quinta do Mouro, magnums de Esporão Private Selection 2003, Portos e Champanhes, mais charutos para quem gosta, quase tudo encontramos. Na última vez que lá estivemos, o rei da festa foi um Cortes de Cima Reserva (T) 2001 e foi sem palavras que de lá saímos. O vinho esteve… (lá encontrámos uma palavra) fabuloso.
*
Sem dúvida, um restaurante a visitar e um vinho definitivamente a provar e beber.

2 comentários:

Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos) disse...

Cortes de Cima Reserva? Venha qualquer colheia, que será sempre um excelente escolha!!!

Nuno Santos disse...

Amigos não é por ser meu o restaurante mas vale mesmo a pena visitar por tudo um pouco; pelos vinhos para quem tem uma paixão pelos mesmos, pelo aprumo com que servirmos as nossas refeições e mais deixarei para que vós comentem com palavras vossas.

um muito obrigado Nuno !!!