domingo, dezembro 02, 2007


Verdes ou rosés ?

Nem sequer o facto de estarmos em época natalícia pode explicar a confusão que vai em algumas superfícies comerciais. Somos pouco habitueés de hipermercados, mas sempre que entramos num desses espaços damos de caras com coisas como esta. "Verdes" dizem eles no expositor comercial (escrito com fundo rosa), mas apenas lá encontramos rosés, apesar de alguns provirem da região dos vinhos verdes. Já se sabe que a distinção entre verdes e maduros anda pela hora da morte (e nós subscrevemos), mas agora esta é demais.

PS: Até lá está um "Quinta da Alorna" (bem no cento da fotografia). Quem não sabe, poderá ficar a pensar que, afinal, é verde e não ribatejano.

6 comentários:

Copo de 3 disse...

Digamos que são casos como este ou o bife da vazia estar na secção de bifes do lombo que me tiram o sono, noite após noite.

PS: Já agora a parte Dourada por debaixo do rosa e do Verdes, será alusão a colheitas tardias ?

Nuno de Oliveira Garcia disse...

É tanta a confusão que os colheitas tardias devem estar junto dos licores de whisky.

Pedro Sousa P.T. disse...

Seria útil aos gerentes de loja dos sectores bebidas dos hipers, fazerem umas visitinhas aos enoblogista de quando em quando, pois só ficariam a ganhar a nível de conhecimento e formação. Quanto ao "ps", por acaso este Alorna foi um dos rosés que provei durante o Verão, e não achei muita piada.
Abraço.

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Pedro,

E o mais estranho é que os hipers têm mesmos pessoas responsáveis apenas pelas bebidas alcoólicas...

Quanto aos rosés, não provei o Alorna (mas não és o primeiro com essa impressão). Este ano bebi - e gostei - do Sães, do Q. da Vegia e, claro, uma vez mais, o predilecto Q. da Sequeira Rosé.

Abraços,

N.

João Barbosa disse...

já agora, onde está esta pérola?

Nuno de Oliveira Garcia disse...

No "Continente" do CascaisShopping.