terça-feira, outubro 11, 2005

Quinta do Monte d'Oiro Clarete 2004


Era um almoço em casa da minha mãe. Era o combinado. Cheguei mais cedo e aprendi alguns truques (que um dia escreverei aqui) para uma fantástica cataplana de tamboril. O peixe, fresco, o bacon e o fiambre em pequenas e exactas porções, os pimentos, enfim todo um manancial de coisas boas.
Como fazia tempo que queria provar a nova vaga de rosés – e comprovar a sua mais recente fama – escolhi o da Quinta do Monte d’ Oiro. Da comida da minha mãe escuso-me comentar – opinião de filho comilão não é para aqui chamada – mas vamos ao vinho: cor lindíssima, mas ligeiramente mais escura do que um típico rosé, na boca um ataque instantâneo de aromas florais. Curiosamente, esta primeira impressão modificou-se ligeiramente com o vinho na boca, tornando-se cada vez mais austero e menos doce, ganhando mesmo uma estrutura muito interessante para um rosé. Terminou num inevitável final curto.
Depois do sucesso do clarete de 1999, elaborado a partir de Syrah, surgiu o de 2003 e este de 2004 elaborados à base da casta Cinsaut – mais uma experiência saída do chapéu do José Bento dos Santos.
Um rosé menos fácil do que seria de esperar, e a pedir Verão (sardinhas com pimentos, saladas, escabeches, pizzas) ou comidas exóticas (sobretudo chinesa), a menos de € 7.

2 comentários:

don't like sushi disse...

I was surfing for some info and found your blog! And I like it. I have a web site about gem stone. Maybe if you have some free time, please stop by.

SonnyM disse...

Viewing, funeral set for VCU student Behl
The funeral for Taylor Marie Behl, the Virginia Commonwealth University freshman whose remains were found last week in Mathews County, Va., will be tomorrow, one day after what would have been her 18th ...
I'm glad I ran across your blog. It's very good. I like it.

Sonny M.

I have a related site that focuses on clinical depression you may like too...It pretty much covers clinical depression related stuff.

Come and check it out if you get time :-)