terça-feira, Maio 29, 2012

Prova

Vinha Formal (b) 2008

Um Vinha Formal de Luis Pato a muito bom nível e a dizer-nos que vai melhorar em garrafa nos próximos anos. Muito bem na estrutura, nem muito leve nem muito untuoso. Preciso e focado na mineralidade. Final de boca completo, amplo e saboroso. Tudo a apontar para uma das melhores edições deste branco da Barirrada.

17,5

terça-feira, Maio 22, 2012

Prova

Periquita (b) 2011


Fresco e leve, como tem de ser. Revela mestria por não cansar na prova de nariz. Mas não chega a ser um verdadeiro agrado, com o leve pico e a fruta exuberante a teimarem em marcar a prova de boca. Sendo uma opção para a esplanada no Verão (bom preço e certamente disponível na restauração), estavamos à espera de um pouco mais.


15 

quarta-feira, Maio 16, 2012

Prova

Contacto (b) 2010


Num ano que não foi fácil para os brancos, Anselmo Mendes coloca mais um belíssimo Alvarinho no mercado. Por cerca de 10 EUR, encontramos um branco fresco mas no qual a prova é conduzida por uma sensação de maior imponência do que estaríamos inicialmente à espera. Isso decorre do contacto pelicular com o mosto (daí o nome do vinho), que, na medida certa (e com a casta adequada, o que parece ser o caso), comporta espessura ao vinho sem que o mesmo deixe de se revelar fresco (a acidez do vinho ajuda muito neste caso). Para tal, o produtor seleccionou propositadamente alguns dos vários terroirs com Alvarinho à sua disposição, garantindo assim o equilíbrio entre frescura e complexidade que é a grande mensagem deste vinho. Como acontece com grande parte dos Alvarinhos, poderá melhorar em garrafa nos próximos 3 a 5 anos.

17+

sexta-feira, Maio 04, 2012

Do antigamente

Reserva Ferreirinha (t) 1989

Maior que o de 1994, menor do que o de 1986, este Reserva (Especial) está a um nível muito alto e não dá, por ora, notas de grande cansaço. Nariz típico da casa, com especiados e licorados muito bonitos, boca final e elegante (menos tânica que outros anos, como de 1994), e final muito próximo da perfeição, nada seco, antes saboroso e ligeiramente lácteo. Melhor do que este só o 1986 e o 1977.