quinta-feira, Julho 21, 2011

Novidade

Bafarela (R) 2010

Este é um Bafarela que destoa dos restantes. É muito jovem (2010), é rosé, e é muito menos alcoólico do que os seus irmãos tintos. Nada a opor, bem pelo contrário!

Tem muita fruta – bem definida e persistente – o que não fica mal num vinho de Verão desde que seja leve e fresco também, o que acontece. Acresce que não é dispendioso e fará óptima companhia a grelhados, sejam sardinhas sejam febras ou entremeada.

Em suma, prove-se e beba-se, à vontade.

15

segunda-feira, Julho 18, 2011

Provas

Passadouro Reserva (T) 2004

Continua como estava há meia década quando o provámos pela primeira vez: muito escuro, de perfil químico (tinta-da-china), lácteo e, pois claro, "fechado a sete chaves". Mas tem frescura, e mostra já um final de boca muito interessante. Ainda não sabemos se é um diamante por lapidar ou apenas um tinto que tem dificuldades em evoluir. A ver vamos...

16,5++

quarta-feira, Julho 06, 2011

Prova especial

Qta Vallado Res. '06 vs. Encostas do Tua Res. '06

Dois bons vinhos duriense de uma colheita menos boa. Dois bons vinhos tintos do Douro mas de terroirs diferentes com vários quilómetros entre si (a Quinta do Vallado no Cima Corgo e o Vale da Corça no Douro Superior). O Vallado esteve mais subtil, mais elegante, com um belo trabalho nas barricas (fumados e especiarias várias), mantendo um perfil severo ainda que ligeiramente rústico no final de boca (16,5). O Encostas do Tua, revelou-se mais generoso na fruta, mais evidente na utilização da barrica, guloso e sedutor (16,5). É difícil encontrar um vencedor claro, e tudo dependerá do gosto pessoal, apesar do Vallado, por ora, se beber melhor e mostrar-se ligeiramente mais gastronómico.